segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Coma CHOCOLATE


Coma CHOCOLATE

De preferência o amargo. Delicie-se com as recentes descobertas científicas que revelam: o alimento protege, sim, o coração, ajuda a prevenir o diabete tipo 2, reforça as defesas do corpo e, incrível, ainda pode auxiliar no controle do apetite
por Fábio de Oliveira design Robson Quinafélix fotos Gustavo Arrais

Sua matéria-prima, o cacau, era considerada por maias e astecas o alimento dos deuses. Tamanha veneração talvez tenha se originado da dedução de que as sementes do fruto do cacaueiro escondiam diversas propriedades. Se eram realmente divinas, isso ainda carece de comprovação. No entanto, quase cinco séculos depois de os espanhóis enriquecerem o paladar europeu com um dos sabores do Novo Mundo, sobram evidências científicas de que o chocolate amargo, guloseima com um gosto peculiar justamente por ter maior teor de cacau na sua composição, promove uma série de benefícios para a nossa saúde. Os resultados de uma das pesquisas mais recentes sobre esse chocolate confirmam que ele protege o coração. Realizado na Universidade Hospital Colônia, na Alemanha, o estudo revela que seu consumo rotineiro reduz os níveis da pressão arterial.
O segredo do chocolate amargo está na altísssima concentração de certos flavonóides, como as catequinas, substâncias de nome estranho encontradas no cacau. São elas que agem nas artérias, promovendo a queda da pressão. “Esses compostos elevam a produção de óxido nítrico, um vasodilatador natural”, explica Malachias, que é diretor do Instituto de Hipertensão Arterial de Minas Gerais, em Belo Horizonte. “O endotélio, a camada interna das artérias, fica mais flexível. Assim, o sangue passa por ali gerando menos pressão”, explica a nutricionista Vanderlí Marchiori, colaboradora da Associação Paulista de Nutrição.

Para que isso ocorra é preciso que o consumo do alimento seja diário. “Bastam de 30 a 40 gramas, ou quatro quadradinhos daqueles tabletes grandes”, recomenda Vanderlí. Ela dá outra boa notícia: o chocolate amargo não contribui para a subida do colesterol. “Os polifenóis impedem a oxidação do LDL, o tipo ruim da gordura”, explica. “Eles seqüestram essa molécula, formando um complexo solúvel que é eliminado pela urina.”

4 comentários:

Marizé disse...

Julia para mim isso são óptimas noticias, eu sou viciada em chocolate e até sofro privação quando me apetece e não tenho.
P.S. Não tenho problemas de peso, tenho 38 anos e peso 48Kg, e tb não tenho borbulhas.
Beijocas

Julia Valsecchi disse...

Que invejaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, Marizé morri agora ok , espero vc para meu enterro 48kg, que belaaaaa..

Não posso dizer o mesmo mais que eu como média 1kg de choco por mês eu como.. Deixo de comer comida mais choco nem pensar....
Menos o branco que não me agrada muito....

beijinhos Obrigada pela visita matada.....

Marizé disse...

Julia, eu tb não me agrada o choco branco, quanto mais negro melhor.
E fique sabendo que eu acho que você è linda, deve ser do chocolate.
Beijocas

Julia Valsecchi disse...

Obrigada , vc também alem do quê 48 k é só pra quem pode né amigaaaaa,,,,,, mais mesmo assim fico feliz com o elogio não nego,,,, Beijos